Buscar
Seja bem-vindo à Editora Revan Já é cadastrado? clique aqui
Minhas Compras 0 itens
Você está em:

VITÓRIAS E DERROTAS - Memórias de um sindicalista

Foto
Passe o mouse para ativar o zoom Indique o produto
  • Compartilhe:
  • Avalie:
Comprar R$ 75,00
ou 5X de R$ 15,00 sem juros
  • 1X de R$ 75,00 sem juros
  • 2X de R$ 37,50 sem juros
  • 3X de R$ 25,00 sem juros
  • 4X de R$ 18,75 sem juros
  • 5X de R$ 15,00 sem juros

Ficha Técnica

Autor(es): ANTONIO PEREIRA DA SILVA FILHO (PEREIRINHA)
ISBN: 9788571064232
Idioma: Português
Edição: 1ª. Edição
Encadernação: Brochura
Número de Páginas: 512
Ano de Edição: 2012
Mensagem de disponibidade: disponivel
Formato: 16 X 23

Sinopse

     Antonio Pereira da Silva Filho, conhecido como Pereirinha, foi um militante sindicalista que trabalhou como bancário durante 30 anos e que participou das lutas do Movimento Sindical no Estado da Guanabara, transformado, em 1975, em Município do Rio de Janeiro.

     Sua consciência de classe foi-se forjando como sindicalista, e, paralelamente, como militante do Partido Comunista Brasileiro. Os militantes do PCB se originavam principalmente das lutas sindicais, pois, sem tradição social-democrata e com forte influência anarcossindicalista, o sindicalismo brasileiro contou com a presença de imigrantes que trouxeram consigo a cultura política de ação direta, método comum nos primórdios do movimento sindical. A passagem do sindicalismo para o movimento operário classista e antipatronal era de fundamental importância para a compreensão da consciência de classe dos trabalhadores e a natural adesão ao partido político que melhor traduzia esses interesses.

     Pereirinha, como ficou conhecido no Sindicato dos Bancários do Município do RJ, percorreu o caminho da luta impulsionado pela revolta contra a injustiça social e a exploração dos patrões. Foi aluno do Colégio Pedro II e ingressou no mercado de trabalho na profissão de bancário. Foi um homem de ação, atento às transformações que ocorriam no mundo do trabalho; a atividade sindical o levou, no ano de 1958, à diretoria do Sindicato dos Bancários.

     Exerceu interinamente a presidência do Sindicato dos Bancários do Estado da Guanabara, quando ocupava o cargo de secretário-geral da diretoria, nas gestões de Aloísio Palhano e de Huberto Campbell, no período de 1959 a 1964, que foi de grande agitação tanto no panorama político do país, como nos meios sindicais. Exerceria outras atividades no seio de um movimento que se organizava, apesar das tentativas do poder político de barrar o crescimento do movimento operário e sindical. Foi secretário da diretoria da Comissão Permanente das Organizações Sindicais do Rio de Janeiro (CPOS) e integrou o Comando-Geral dos Trabalhadores (CGT) no período anterior ao golpe civil-militar de 1964.

 

     Devido à sua atuação sindical e política, Pereirinha foi preso 5 vezes, em diferentes Unidades de Repressão Política no período 1964/1985 – no nunicípio do RJ –, e, por diferentes períodos, foi mantido incomunicável e sem possibilidade de assistência jurídica. Esteve detido, juntamente com demais companheiros de Luta do Movimento Sindical em reunião no CGT – Comando-Geral dos Trabalhadores –, na Invernada de Olaria, localizada na Rua Coronel Assunção, em Olaria. Meses depois, foi transferido para a unidade do DOPS na Rua da Relação, permanecendo ainda um tempo incomunicável.

 



Leia também

SUMÁRIO

Clientes também compraram

Certificações
Formas de pagamento
  • Crédito VISA
  • Crédito MasterCard
  • Web Boleto
  • Elo
  • Diners
  • Discover
  • American Express
Entre em contato
vendas@revan.com.br
(21) 2502-74-95 - (21) 2502-8697 - (21) 2504-5614
(21) 2504-5693 - (21) 99618-9750 (VIVO)
Copyright ©2019 Editora Revan. Todos os direitos reservados.

Newsletter