Buscar
Seja bem-vindo à Editora Revan Já é cadastrado? clique aqui
Minhas Compras 0 itens
Você está em:

PELAS MÃOS DA CRIMINOLOGIA - O controle penal para além da (des)ilusão

Foto
Passe o mouse para ativar o zoom Indique o produto
  • Compartilhe:
  • Avalie:
Comprar R$ 65,00
ou 6X de R$ 10,83 sem juros
  • 1X de R$ 65,00 sem juros
  • 2X de R$ 32,50 sem juros
  • 3X de R$ 21,67 sem juros
  • 4X de R$ 16,25 sem juros
  • 5X de R$ 13,00 sem juros
  • 6X de R$ 10,83 sem juros

Ficha Técnica

Autor(es): VERA REGINA PEREIRA DE ANDRADE
ISBN: 9788571064683
Idioma: Português
Edição: 1ª. Edição
Encadernação: BROCHURA
Número de Páginas: 416
Ano de Edição: 2012
Formato: 21 X 14

Sinopse

Esta obra de Vera Regina Pereira de Andrade, renomada mestra e escritora, trata do controle social punitivo ou controle penal no capitalismo patriarcal, especialmente no contexto do capitalismo globalizado neoliberal, e das sociedades latino-americana e brasileira em particular. Circunscreve a Criminologia (desenvolvida com base no paradigma do controle ou reação social) como base teórica central para a análise do controle penal, incluindo a busca de um forte diálogo com as sacralizadas “ciências criminais” oficiais (Criminologia, Dogmática penal e Política Criminal, todas de base positivista), suas transformações, diferentes formas de relação e situação contemporânea. E, ainda, enfatiza as potencialidades da Criminologia como importante fonte do ensino e da extensão universitárias, notadamente nas Escolas de Direito, e como importante base para a limitação da violência e para a democratização e transformação do controle penal.


Considera que a Criminologia, sobretudo aquela desenvolvida com base no paradigma do controle ou reação social (fundado a partir dos anos 1960) - que inaugurou um horizonte de criticismo e criatividade perante o secular domínio da Criminologia etiológica, e que já conta com meio século de avanços e acúmulo teórico-empírico -, é um saber de extraordinária fecundidade para a compreensão e o enfrentamento da problemática criminal e punitiva.



No marco desse paradigma, o controle social consubstancia as formas como a sociedade reage, formal ou informalmente, institucional ou difusamente, a comportamentos e a pessoas que, mediante a reação, são construídas como desviantes, problemáticas, ameaçadoras, indesejáveis, culpáveis, criminosas, e são, no limite, excluídas.



A função “nobre” de todo o mecanismo de controle social é, portanto, construir a linha divisória entre o bem e o mal, o autorizado e o interditado, o permitido e o proibido, entre nós e o outro, com as correspondentes estereotipias e estigmatizações excludentes; é fixar, a partir de um maniqueísmo estruturante moralista, a partir de uma lógica binária de definição e seleção, quem fica dentro, quem fica fora, quem é incluído, quem é excluído do universo controlado; lógica binária que também opõe os artífices da separação àqueles que eles apartam.

 

TAMBÉM DISPONÍVEL EM E-BOOK NOS SITES:

http://www.travessa.com.br

http://www.amazon.com

http://www.livrariadoadvogado.com.br

http://livraria.folha.com.br/ebooks/direito

http://livrariacultura.com.br

https://store.kobobooks.com

 

http://www.apple.com/br/ibooks

Leia também

SUMÁRIO
Certificações
Formas de pagamento
  • Crédito VISA
  • Crédito MasterCard
  • Web Boleto
  • Elo
  • Diners
  • Discover
  • American Express
Entre em contato
vendas@revan.com.br
(21) 2502-74-95
Copyright ©2017 Editora Revan. Todos os direitos reservados.

Newsletter